Artigos

12/08/2010

Fernão de Magalhães: O dominador dos mares

Esta história começa com a demanda das especiarias. Desde o dia em que os antigos romanos provaram pela primeira vez o paladar picante dos temperos orientais, o mundo europeu achou que era impossível dispensá-los. Nos tempos medievais a alimentação dos europeus era incrivelmente insípida: frutos que hoje nos parecem corriqueiros eram então desconhecidos; não  havia limões, nem tomates, nem milho; não se conheciam o açúcar, o chá e o café; quando faltavam as especiarias, nada havia que quebrasse a triste monotonia da mesa, mesmo em casa dos ricos.

 


Autor(es)

Seleções Reader´s Digest