Artigos

25/07/2018

Em defesa da dignidade no trabalho

 Quando se interpreta o conjunto da legislação trabalhista como óbice ao desenvolvimento empresarial, sobretudo das pequenas empresas, se parte de uma ótica particular e de influência do pensamento liberal. A maioria das criticas que se faz se relaciona a situações que podem ser superadas e, muitas vezes são ligadas às informações divulgadas pela mídia e que não traduzem a realidade. A problemática levantada, pode, na maioria das vezes, ser resolvida com facilidade.

            Há pouco mais de cem anos, o liberalismo era contra a criação de qualquer lei ou organização que pudesse trazer proteção ao mundo do trabalho. Hoje, o neo-liberalismo continua pregando a retirada do Estado de qualquer relação social e, em especial, naquelas empresariais.

Esse texto contém anexo


Autor(es)

Luiz Antonio de Araújo Pierre