Artigos

26/07/2018

Distanásia, uma preocupação da medicina moderna

A abordagem da eutanásia, do número anterior, complementa-se com a presente referência à distanásia, sobre a morte lenta, com grande sofrimento. É um drama assistido, com freqüência, em hospitais, como o HSL, de que se socorrem pacientes com moléstias complexas e de alto risco. Convém discutir a distanásia sob o enfoque da ética médica. Isto é, questiona-se até onde se justifica, em face do doente terminal, a obstinação terapêutica do prolongamento ineficaz e doloroso da morte. 

Esse texto contém anexo


Autor(es)

Elias Farah