Livros

Política e educação. Análise de uma perspectiva partidária

Autor(es): Zacarias Pereira Borges

Editora: Faep/Unicamp


O autor enfoca a política educacional do Estado de São Paulo no que concerne à educação básica, no período de 1983 a 1994, década da redemocratização do país, quando o PMDB, partido que se caracterizou como o estuário das oposições à ditadura militar encontrou-se, repetidas vezes, no governo estadual paulista. Buscou refletir sobre a importância dos partidos políticos como o locus da realização democrática, regra sem exceção, apesar do descrédito que pesa sobre eles. Considerou a realidade partidária brasileira em sua história e na década de 1980, quando os clarões da democracia se fizeram sentir no país, com a volta das eleições diretas para governadores, a campanha das "diretas já" e, por fim, a "Constituição Cidadã". A análise concentrou-se nos documentos partidários (em especial na área educacional), na legislação e nos documentos governamentais produzidos no período enfocado, buscando a correlação entre o escrito e o feito, entre a intenção manifesta e a obra política realizada pelos governadores, particularizando os atos dos secretários de educação, gestores educacionais do primeiro escalão de governo. Encontram-se disponíveis em cada capítulo os dados referentes a todas as medidas legais enfocadas de modo a facilitar a pesquisa de interessados em estudar mais pormenorizadamente as políticas educativas não só do penodo, mas também de governos posteriores, que tiveram gênese ou raízes em discussões propiciadas na "década da redemocratização"; quando fomentados pela "descentralização e participação" os educadores puderam, de certa forma, refletir sobre os rumos da educação em São Paulo. Questões importantes para o entendimento da estrutura e do comportamento da governância por parte dos professores e educadores e também da trajetória dos projetos educacionais nos diversos escalões até que (não) cheguem ao alunado são abordadas no presente livro.